Português English

Ribeirão Preto à beira de ter mais carro que gente

Número de veículos dobra entre 2005 e 2015 e, em cinco anos, deve haver mais veículos do que pessoas

 

A frota em Ribeirão Preto cresceu seis vezes mais do que a população nos últimos dez anos e, se essa proporção continuar a mesma, em cinco anos haverá mais automóveis do que gente no município. Enquanto o número de veículos praticamente dobrou entre 2005 e 2015, a quantidade de habitantes cresceu somente 16,73%. As ruas ganharam 245 mil veículos contra 92 mil pessoas no mesmo período. A solução para evitar o colapso iminente, alertam especialistas, é a melhoria do transporte coletivo e o investimento em outro tipo de transporte.

 

Dados do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) mostram que Ribeirão conta hoje com 494 mil veículos para uma população de 658 mil habitantes – 1 carro para cada 1,33 habitante. Dez anos atrás, a proporção era bem menor – 1 veículo para cada 2,2 habitantes.

Image title

Na casa do autônomo Marcos Ramos, 56, a proporção carro para cada habitante já chegou ao que seria projetado em cinco anos. São três veículos para três moradores – ele, a mulher e o filho. “Meu filho usa o carro dele para trabalhar e ir à faculdade e tenho uma caminhonete para levar o equipamento para limpar piscinas. O outro carro eu uso para viajar com a família”. Ramos considera que o trânsito em Ribeirão já beira o colapso. “Quanta diferença de 20 anos atrás”.

 

Na casa da auxiliar administrativo Michelle Granito, 33, a situação é a mesma. São três carros para três pessoas – para ela, a mãe e o pai. “Moro no Palmares e trabalho na Lagoinha. Para eu ir de ônibus teria que ir ao Centro primeiro, então é difícil, demora muito. De carro eu levo 8 minutos com trânsito para chegar”. Michelle já sente o inchaço de veículos nas ruas. “A cidade não comporta. Não tem onde parar no Centro e estacionamentos são caros”.

 

Enquanto a frota dispara, a adesão ao transporte coletivo é bem abaixo do ideal no município – somente 22% dos passageiros utilizam o ônibus em Ribeirão. Segundo um estudo do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), 36% dos deslocamentos são feitos de ônibus nas cidades que não são capitais.

 

Na casa do engenheiro civil Dezimar Souza Arraes, 27, tem mais carro do que gente. Onde moram ele, a mulher e o sobrinho de 19 anos há quatro veículos. “Cada um tem seu carro e eu tenho uma moto, que uso às vezes para ir ao trabalho quando o tempo está bom.” Ele tentou utilizar ônibus para ir trabalhar, há três meses, mas não gostou. “Tinha muita gente, foi um empurra-empurra só. Para incentivar a população a utilizar o transporte coletivo, o governo tem que oferecer mais infraestrutura”, pondera.

 

O A Cidade mostrou, em janeiro, que a maioria das viagens dos ribeirão-pretanos é feita por carro ou moto (52,5% do total), enquanto apenas 22% dos passageiros utilizam o transporte coletivo para se locomover. O meio a pé ou de bicicleta supera o ônibus, já que 25,1% se deslocam de uma dessas maneiras. Essa foi a principal conclusão do Plano de Mobilidade Urbana, estudo divulgado pela prefeitura no início deste ano elaborado por uma empresa especializada em transporte, em conjunto com a Transerp e a Secretaria de Planejamento.

 

Em 2011, um estudo do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) revelou que 65% da população das capitais brasileiras utilizava transporte público. Nas não capitais, o índice era de 36%. Em junho, o A Cidade mostrou uma pesquisa de uma fundação vinculada à USP que apontou que 60% dos usuários consideram ruim o transporte coletivo em Ribeirão. Ao todo, foram entrevistados 404 habitantes no ano passado.



Fonte: Jornal A Cidade / Lucas Catanho


Dúvidas ou sugestões?

Image title

O cliente pode consultar no site do consórcio os horários pelo link: www.consorciofenix.com.br/horarios. Se desejado, entre em contato conosco pelo sac@consórciofenix.com.br. Você pode também abrir um chamado de dúvida pela página www.consorciofenix.com.br/contato ou mesmo nos ligar pelo (48) 3025-6868 em horário comercial. Escolha o canal que melhor lhe convém, aguardamos seu contato!


A Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana pode ser acionada se desejado pelo cliente pelo telefone (48) 3324-1517 ou pelo e-mail atendimento.smtt@pmf.sc.gov.br. Acesse www.pmf.sc.gov.br e obtenha mais informações.