Português English

Rio apresenta plano operacional para as Olimpíadas e mobilidade preocupa

Para o evento serão disponibilizados 1100 ônibus para ajudar no deslocamento de 400 mil pessoas

Image title

Faltando cem dias para realização das Olimpíadas 2016, a cidade do Rio de Janeiro apresentou na última quarta-feira (27) o plano operacional para o evento que ocorre entre os dias 5 e 21 de agosto. Uma das principais preocupações é em relação à mobilidade urbana. A prefeitura diz que a estrutura de ônibus e metrô dará conta da demanda de deslocamentos, que contando com espectadores e trabalhadores deve chegar a 426.752 pessoas. Mesmo assim, terão de ser realizadas operações especiais.


TRANSPORTES DE MASSA


Somente para o evento serão disponibilizados 1100 ônibus. A linha 4 do metrô, por causa de atrasos nas obras, pode operar parcialmente atendendo apenas aos espectadores e funcionários ligados às Olimpíadas, conforme disse em coletiva o prefeito Eduardo Paes. “Queremos que todos desfrutem, mas vamos priorizar espectadores. Todo novo equipamento tem uma fase de testes, limitando passageiros fugindo de picos. Nunca começa 24 horas. Com o tempo vai ampliando”. Os BRTs – Bus Rapid Transit, corredores exclusivos para ônibus, também terão operações alteradas com linhas semi-expressas e intervalo reduzido. Somente nos horários de pico, a demanda deve ser de 27 mil pessoas apenas para os serviços especiais. Também haverá serviços noturnos de ônibus BRT.


FAIXAS 


Faixas especiais de tráfego também vão auxiliar os deslocamentos durante os jogos. Serão 260 quilômetros, sendo 164 quilômetros de faixas para a Família Olímpica, incluindo atletas, dirigentes imprensa e prestadores de serviços, e os demais 96 quilômetros vão ser divididos da seguinte maneira: 60 quilômetros de compartilhamento entre a Família Olímpica, ônibus e táxis e 36 quilômetros compartilhados com o tráfego normal. O desrespeito a estes espaços pode geral multa de R$ 1,5 mil. Também haverá restrição para os transportes de cargas entre os dias 18 de julho e 18 de setembro.


CARTÃO OLÍMPICO


O Cartão Olímpico, na aposta da prefeitura, vai estimular os deslocamentos em transportes públicos. O bilhete pode ser usado no metrô, trem e ônibus. O cartão vai ter diferentes valores: R$ 25 para um dia, R$ 70 para três dias e R$ 160 por sete dias, contando a partir do primeiro dia de uso e sem limitação de viagens dentro dos períodos. No ano passado, a prefeitura chegou a cogitar gratuidade nos transportes durante os jogos, mas diante dos custos, recuou.


FERIADOS


Serão criados três feriados também para diminuir o total de deslocamentos na cidade de pessoas que não vão assistir aos jogos. Os feriados serão nos dias 5 de agosto – abertura dos jogos, 18 de agosto – quando ocorrem provas de rua, e 22 de agosto, quando os atletas, técnicos e dirigentes deixam a cidade. Em torno de 100 mil pessoas devem se deslocar para os aeroportos.


Por: Adamo Bazani


______________________________________________________________________________________

Dúvidas ou sugestões?


Image titleO cliente pode consultar no site do consórcio os horários pelo link: www.consorciofenix.com.br/horarios. Se desejado, entre em contato conosco pelo sac@consórciofenix.com.br. Você pode também abrir um chamado de dúvida pela página www.consorciofenix.com.br/contato ou mesmo nos ligar pelo (48) 3025-6868 em horário comercial. Escolha o canal que melhor lhe convém, aguardamos seu contato!