Português English

Simulador mostra que redução do limite de velocidade melhora o trânsito

Equipamento desenvolvido na Alemanha procura explicar desempenho dos veículos


Image title

Além de mais seguro, trânsito com velocidades menores pode ser melhor, dizem estudos nacionais e internacionais. De acordo com um software desenvolvido na Alemanha e adaptado para o Brasil, quanto menor for o limite, maior pode ser a velocidade média.


Já há várias comprovações por diversos estudos que a redução de velocidade nas vias urbanas diminui também o número de acidentes e a gravidade das ocorrências de trânsito. O que muitos cidadãos ainda não compreendem são as teses de que diminuindo a velocidade máxima é possível ampliar a velocidade média, melhorando assim, o trânsito e reduzindo os congestionamentos. Outros estudos já comprovam estas teorias, mas um simulador desenvolvido pelo pesquisador Martin Treiber, da Universidade Técnica de Dresden (Alemanha), procura explicar graficamente e de forma interativa, tendo como base desempenhos reais dos veículos e a distância segura que se deve manter dependendo da velocidade, a lógica de que se o fluxo for mais uniforme, os carros conseguem trafegar melhor.


O simulador, com autorização da universidade alemã, foi adaptado para a realidade brasileira por meio coletivo HackLab. Além da distância segura e tipos de veículos usados no trânsito brasileiro, também foram analisadas estruturas viárias e até mesmo a forma com o motorista dirige no país.


Numa via de três faixas, por exemplo, de acordo com a simulação, quando a velocidade máxima é de 90 km/h, em horários de pico, a velocidade média é de 21 km/h. Além da distância segura, é considerado fato de que vários veículos chegam ao mesmo lugar juntos com velocidades maiores, engarrafando assim trechos de determinado circuito.


Ainda de acordo com simulador, quando a velocidade máxima é reduzida para 50 km/h, a velocidade média aumenta para 39 km/h. O tempo de reação do motorista também não é descartado nos estudos. Quando há um acidente ou um veículo quebrado parado à frente e o motorista está numa velocidade menor e constante, ele tem tempo de avistar a interferência com maior distância e, tomando as atitudes necessárias para o desvio, evita congestionamentos.


Já quando a velocidade é mais alta, o motorista tem pouco tempo para ver, tem de frear mais bruscamente, causando assim, congestionamento e diminuindo as velocidades médias, além de aumentar o risco de mais um acidente.


De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego de São Paulo – CET, após a redução dos limites de velocidades, na Marginal Tietê houve uma queda de 21% na média diária de congestionamento da via passando, de 14 km para 11 km, e de 10% na Marginal Pinheiros, de 10 km para 9 km.


A redução de velocidade também tem contribuído para a diminuição dos acidentes. De acordo com o Infosiga, com base em dados de boletins de ocorrência do Governo do Estado de São Paulo, o número de mortes entre julho de 2014 e julho de 2015 nas duas marginais caiu 52%, passando de 64 acidentes com mortes para 31 ocorrências.


Fonte: Portal Diário do Transporte

____________________________________________________________________________

Dúvidas ou sugestões?


Image titleO cliente pode consultar no site do consórcio os horários pelo link: www.consorciofenix.com.br/horarios. Se desejado, entre em contato conosco pelo sac@consórciofenix.com.br. Você pode também abrir um chamado de dúvida pela página www.consorciofenix.com.br/contato ou mesmo nos ligar pelo (48) 3025-6868 em horário comercial. Escolha o canal que melhor lhe convém, aguardamos seu contato!