English Español

Após cinco anos e R$ 10 milhões, ônibus a hidrogênio do Rio está apto a operar comercialmente

Image title

A Coppe/UFRJ, que é a faculdade de engenharia e tecnologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro, informou nesta semana que o ônibus híbrido elétrico-hidrogênio, desenvolvido por meio de uma parceria entre instituição de ensino, Furnas e Tracel já está pronto para operar comercialmente, do ponto de vista técnico.


De acordo com os resultados apresentados no Rio de Janeiro, a autonomia do veículo é de 330 km e a disponibilidade para tráfego foi de mais de 90%. Nos 10% restantes, o veículo precisou de reparos ou manutenções preventivas. Este tempo não conta o período em que o ônibus ficou parado para desenvolvimentos e atualizações. Foram três fases até agora. Ainda de acordo com os resultados apresentados, o consumo foi de 6,7 kg de hidrogênio a cada 100 km, com o ar condicionado ligado.


Os testes começaram em 2012, por meio do programa de Pesquisa & Desenvolvimento da Aneel – Agência Nacional de Energia Elétrica. Foram percorridos em torno de 8 mil  km e mais de 30 mil pessoas foram transportadas. O ônibus transportou estudantes no Campus, mas também fez trajetos especiais como o deslocamento de atletas para Vila Olímpica, nas Olimpíadas de 2016 do Rio. Os custos foram de R$ 10 milhões, até o momento.


Ainda de acordo com a universidade, o custo total por quilômetro percorrido foi de US$ 2,61, contando com a manutenção, equipamento e consumo. O veículo possui carroceria Urbanuss Pluss, da Busscar. Se o ônibus está apto do ponto de vista técnico, ainda há muito oque fazer para que o Brasil tenha uma frota operacional de fato de ônibus movidos a partir do hidrogênio.


A universidade diz que as inovações tecnológicas ainda precisam ser consolidadas e mais testes de longa duração devem ser realizados. Outro aspecto apontado como necessário é a criação de capacidade tecnológica do parque fabril brasileiro. O projeto ainda abrange um ônibus híbrido movido a etanol e eletricidade e também uma unidade totalmente elétrica, funcionando apenas com bateria.


No caso do ônibus totalmente elétrico, a fase de testes deve terminar neste ano. O veículo foi planejado para o transporte escolar e vai ser mostrado para o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação para conseguir financiamentos a fim de entrar em escala. O objetivo é no futuro, ao menos nas áreas urbanas, eletrificar o transporte escolar.


Fonte: Diário do Transporte

___________________________________________________________________________

Dúvidas ou sugestões?

Image title

O cliente pode consultar no site do consórcio os horários pelo link: www.consorciofenix.com.br/horarios. Se desejado, entre em contato conosco pelo sac@consórciofenix.com.br. Você pode também abrir um chamado de dúvida pela página www.consorciofenix.com.br/contato ou mesmo nos ligar pelo (48) 3025-6868 em horário comercial. Escolha o canal que melhor lhe convém, aguardamos seu contato!