English Español

Brasília tem a menor taxa de uso do transporte coletivo do país

Para ampliar, DF lançou plano de mobilidade urbana com investimento de R$ 6 bilhões


Image title

Aos 56 anos de existência, Brasília recebeu em maio deste ano o seu primeiro programa estruturante de mobilidade urbana. Serão 80 ações a serem implementadas nos próximos quatro anos com o objetivo de promover e integrar as ações e políticas de transporte de forma sustentável.


Batizado de “Circula Brasília”, o programa nasceu com o desafio de aumentar a participação do transporte coletivo e não motorizado na capital. Segundo o secretário adjunto de Mobilidade do DF, Fábio Damasceno, Brasília tem umas das maiores taxas de motorização do país.


“Temos 1,77 pessoa por automóvel no Distrito Federal. São 55 automóveis para cada 100 habitantes e, para levar essa quantidade de habitantes, precisamos apenas de um ônibus. Brasília tem a menor taxa de uso de coletivos do país. Por isso, precisamos investir em transporte coletivo de qualidade. O transporte público tem que ser atrativo, precisa gerar conforto para a população”, defende Damasceno. O DF conta com uma frota de 1,64 milhão de veículos, que cresceu 99,64% em 10 anos. No mesmo período, a população aumentou 24,93%, segundo o IBGE.


O projeto está baseado em três pilares: requalificar o transporte coletivo atual, realizar novos investimentos em infraestrutura e implantar o conceito mobilidade ativa. Entre os principais conceitos que norteiam as ações, estão a priorização ao transporte coletivo, integração modal, implantação de tecnologia de mobilidade e melhoria da qualidade de vida e ambiental.


Mudança de paradigmas


Brasília é conhecida por ser uma cidade de vias largas, longas distâncias e feitas para carros. O “Circula Brasília” quer mudar esse cenário e alterar a matriz de mobilidade da cidade. As ações de infraestrutura irão redesenhar a cidade e o principal investimento será nos sistemas de ônibus. Serão 155 km de BRT e 30 km de faixas exclusivas nos próximos quatro anos.


Brasília possui hoje apenas uma linha de BRT, chamada de BRT Sul. Serão criadas outras 7 linhas que cortarão a cidade em todos os sentidos. Haverá ainda investimentos para a expansão do metrô nas zonas norte e oeste da cidade e implantação do sistema de VLT que ligará o centro da capital de norte a sul.


Para o secretário de Mobilidade, Marcos Dantas, o plano vai mudar o paradigma da mobilidade urbana do DF. “Não se trata de mais um plano diretor, mas sim de ações concretas. Estamos estabelecendo um marco nessa cidade. É um grande desafio”, ressalta Dantas.


Além das obras estruturantes, outro destaque do plano de mobilidade refere-se à implantação do ITS (Sistema Inteligente de Transporte). Estão previstas a implantação do CCO (Centro de Controle Operacional), do rastreamento em tempo real dos ônibus, de sistema de informações aos usuários, o sistema de video-monitoramento e wi-fi e de semáforo inteligente.


Investimentos


Dos R$ 6 bilhões previstos nas obras, R$ 254 milhões (4,2%) devem sair do caixa do GDF. Os demais recursos devem vir de captação direta do GDF (R$ 135 milhões), de financiamentos (R$ 1,6 bilhão) e de repasses do governo federal (R$ 1,5 bilhão). O GDF também espera captar R$ 2,57 bilhões por meio de Parcerias Público-Privadas (PPP).


De acordo com o governador do DF, Rodrigo Rollemberg, parte do valor já está disponível e algumas obras terão início ainda neste ano. “Temos em torno de R$ 1,6 bilhão, fruto de financiamentos já autorizados, o restante tem parte aprovada, mas sabemos que não teremos liberações imediatas e buscamos parcerias público-privadas para levar melhorias para a população”, afirma.


Fonte: Site NTU

__________________________________________________________________________


Dúvidas ou sugestões?

Image titleO cliente pode consultar no site do consórcio os horários pelo link: www.consorciofenix.com.br/horarios. Se desejado, entre em contato conosco pelo sac@consórciofenix.com.br. Você pode também abrir um chamado de dúvida pela página www.consorciofenix.com.br/contato ou mesmo nos ligar pelo (48) 3025-6868 em horário comercial. Escolha o canal que melhor lhe convém, aguardamos seu contato!