English Español

Espaço em Curitiba mostra a evolução da segurança no transporte coletivo

Exposição também aponta tendências para o futuro do tema


Image title

Quem chega ao local logo se impressiona: um ônibus biarticulado antigo, de 26 metros, encravado na parede e suspenso. Simuladores, pneus gigantes, caminhões tombados que passaram por teste de batida, instrumentos que remetem À pré-história… Tudo isso para mostrar a importância  da segurança no transporte.


Aberta desde o dia 6 de outubro, no Memorial de Segurança no Transporte em Curitiba, no Paraná, a exposição tem visitas gratuitas e o espaço promove uma visão sobre segurança desde a pré-história até os dias atuais no local. Sim, o homem sempre pensou em se proteger e segurança é instinto humano. São realizadas atividades lúdicas e interativas com roteiro que faz uma viagem pela evolução da humanidade.


“Desde os primeiros instrumentos rudimentares da pré-história, criados por um instinto de sobrevivência como forma de proteção de perigos; passando pelo surgimento das cidades e do conceito de mobilidade urbana; até as avançadas tecnologias da sociedade atual, em plena era da internet das coisas. O cinto de segurança de três pontas ganha lugar de destaque pela sua importância. Desde a sua invenção, em 1959, ainda hoje é considerado por especialistas o instrumento que mais salva vida no trânsito todos os anos. Uma mesa tátil permite ao visitante sentir a diferença da aderência dos pneus dos veículos nos diferentes tipos de pavimento, como asfalto seco e molhado, terra, paralelepípedo e até na neve.” – diz nota da montadora de ônibus e caminhões Volvo, patrocinadora do espaço.


O ônibus biarticulado suspenso no teto percorre quase toda a extensão do memorial e sua frente atravessa a parede para compor a fachada do prédio. Outro ponto de atrativo do memorial é a série de três simuladores: de batida, capotamento e impacto.


No simulador de “crash test”, o visitante poderá viver a experiência de passar por um “crash test”.  Nele o visitante sentirá o impacto da batida e enxergar o acidente de forma virtual, como se estivesse dentro do laboratório de testes. Já no de capotagem a importância do cinto de segurança de três pontos poderá ser testada em uma cabine que simula um capotamento. Criado pela Volvo em 1959, até hoje o cinto é considerado o principal assessório para evitar mortes em acidentes de trânsito. Por fim há o equipamento que simula impacto: uma balança calcula o peso que uma pessoa atinge em um acidente com velocidade de 40 km/h, 60km/h e 80km/h.


O Memorial é um projeto da Associação Viking, patrocinado pelas empresas Volvo do Brasil e Volvo Financial Services, viabilizado por meio da Lei Federal de Incentivo a Cultura, Ministério da Cultura e Governo Federal.


“Tudo foi pensado para proporcionar uma experiência que leve os visitantes a perceber como a segurança está inserida na sua vida. O objetivo é promover uma educação de trânsito de uma forma leve e ao mesmo tempo impactante”, explica, em nota, o coordenador do Memorial da Segurança, Marco Greiffo.


Aberto de quarta a sábado, das 9h às 17h e com entrada gratuita, o Memorial da Segurança de Transporte também recebe grupos de alunos de escolas públicas e particulares. As inscrições podem ser feitas pelo site www.memorialdaseguranca.com.br. A idade mínima para participar das atividades interativas é 9 anos, ou 1,20 m.


Fonte: Diário do Transporte


____________________________________________________________________________

Dúvidas ou sugestões?


Image titleO cliente pode consultar no site do consórcio os horários pelo link: www.consorciofenix.com.br/horarios. Se desejado, entre em contato conosco pelo sac@consórciofenix.com.br. Você pode também abrir um chamado de dúvida pela página www.consorciofenix.com.br/contato ou mesmo nos ligar pelo (48) 3025-6868 em horário comercial. Escolha o canal que melhor lhe convém, aguardamos seu contato!