English Español

Investimentos em transporte público podem gerar economia de US$ 70 trilhões até 2050

Investimento em transporte é o melhor ajuste fiscal e também uma das mais importantes ações para o desenvolvimento social e econômico de todo o mundo. É o que revela estudo divulgado pela ONU – Organização das Nações Unidas, divulgado em outubro de 2016.


Denominado Mobilização de Transporte Sustentável para o Desenvolvimento, o estudo elaborado por cientistas e técnicos ligados à ONU mostra que maior investimento em transportes verdes, eficientes e sustentáveis, além de ajudar a humanidade alcançar metas globais de redução de poluição e melhoria de qualidade de vida, pode proporcionar uma economia de US$ 70 trilhões até 2050.


Como consequência, também seria possível ampliar o PIB – Produto Interno Bruto global em US$ 2,6 trilhões. Para chegar a esse valor, os responsáveis pelo estudo levaram em consideração benefícios como economia de combustível, menos gastos operacionais, redução dos congestionamentos, menos poluição do ar e menores custos com saúde pública relacionados às emissões por automóveis, acidentes automobilísticos e ao estresse nas áreas urbanas.


Os investimentos devem contemplar, segundo o estudo, toda a cadeia de transportes, tanto para carga como passageiros. Para isso, devem ser tomadas ações como modernização de portos marítimos e de água doce, aeroportos, distribuição de cargas mais eficiente, ampliação ferrovias para cargas e passageiros e também preferência para os ônibus e incentivos aos coletivos que adotam tecnologias menos poluentes.


Exemplo que acompanhamos são trólebus, ônibus elétricos com bateria, a gás natural, biocombustíveis e outras fontes não dependentes exclusivamente de petróleo. O estudo também recomenda que o financiamento internacional para os transportes sustentáveis deve aumentar, principalmente para implementar avaliação e monitoramento dos atuais sistemas e promover tecnologias de veículos menos poluentes.


No entanto, o estudo ressalva que não bastam ônibus, carros e caminhões poluir menos. É também necessário modernizar a forma como são deslocadas as cargas e os passageiros, reforçando o conceito de deslocamento inteligente aproveitando melhor os recursos já existentes: programação de viagens, redes estruturadas de distribuição e corredores de transporte público de maior velocidade e capacidade estão inclusos nesta lógica, tais como os BRTs – Bus Rapid Transit, preferencialmente com ônibus menos poluentes.


A ONU também destaca dados que mostram a necessidade de investimentos nas redes de transportes, como o isolamento parcial de quase um bilhão de pessoas no mundo que não têm acesso a redes rodoviárias adequadas; o total de 1,2 milhão de pessoas que morrem por ano em acidente nas estradas; o desperdício de cerca de 15% dos alimentos produzidos por causa de problemas no processamento, transporte e armazenamento; e as emissões relacionadas à energia, o que inclui transportes, que contribuem para 3,5 milhões de mortes prematuras por ano e correspondem a 23% das emissões de gases de efeito estufa.


Fonte: Portal NTU


___________________________________________________________________________

Dúvidas ou sugestões?

Image title


O cliente pode consultar no site do consórcio os horários pelo link: www.consorciofenix.com.br/horarios. Se desejado, entre em contato conosco pelo sac@consórciofenix.com.br. Você pode também abrir um chamado de dúvida pela página www.consorciofenix.com.br/contato ou mesmo nos ligar pelo (48) 3025-6868 em horário comercial. Escolha o canal que melhor lhe convém, aguardamos seu contato!