English Español

Ônibus em São Paulo já rodam sem cobradores, aceitando apenas Bilhete Único

Image title

Entre os ônibus do subsistema local, composto pelas ex-cooperativas, a prática já tem sido comum, mas agora, coletivos de empresas do sistema estrutural, das viações tradicionais, já estão rodando na cidade de São Paulo sem cobradores. É o que tem acontecido com veículos da linha 576-C 10  – Metrô Jabaquara/ Terminal Santo Amaro, da Mobibrasil, que opera na zona sul de São Paulo e outras linhas devem eliminar os profissionais.


A linha tem ao menos cinco veículos alternados que não possuem mais o cobrador e que ostentam no para-brisa um adesivo advertindo que o pagamento só pode ser feito com Bilhete Único. A reportagem recebeu imagens de um destes veículos. Na parte interna, onde ficava o assento do cobrador, foi colocada uma divisória de vidro, acrílico e com balaústres.


Em entrevista ao Diário do Transporte o presidente do SPUrbanuss, sindicato das empresas de ônibus, Francisco Christovam, disse que as operações com esses ônibus são apenas testes e que não há data para a implantação da medida definitivamente.  Christovam também afirmou que cada empresa do sistema vai repassar uma relação de linhas à SPTrans para que mais testes desse tipo sejam realizados em todas as áreas operacionais da cidade.


“Quero tranquilizar a todos e dizer que não haverá demissões de cobradores. Na verdade, esses testes são para preparar o sistema. Vamos verificar com essa experiência como ficarão questões como  evasão de passagens, comportamento dos motoristas e dos usuários. No ano passado,.já realizamos alguns desses testes, mas paramos com a mudança da gestão. Tudo está sendo feito com monitoramento da SPTrans. Cada empresa vai selecionar as linhas para submeter à SPTrans para autorização desses testes. Temos o compromisso firmado com poder público, com sindicato de que a medida não poderá trazer desemprego”.


No ano passado, houve testes semelhantes, de acordo com Francisco Christovam, nas empresas VCD – Viação Cidade Dutra, Mobibrasil e Tupi, todas na zona sul de São Paulo.


Em nota, a SPTrans – São Paulo Transporte, gerenciadora do sistema de ônibus da capital paulista, informou que autorizou os testes. A SPTrans autorizou, em caráter experimental, a operação de cinco veículos da viação MobiBrasil na linha 576C/10 Metro Jabaquara-Terminal Santo Amaro, sem a presença de cobrador, de forma intercalada. Ao todo operam 17 ônibus na linha. Existe um compromisso da empresa com a SPTrans para que não haja demissão de cobradores.


A eliminação dos postos de cobradores já é discutida há algum tempo em São Paulo. De acordo com estimativas da prefeitura e das empresas de ônibus, os profissionais representam um custo entre R$ 800 milhões e R$ 1 bilhão por ano ao sistema e seriam responsáveis por trazer R$ 300 milhões, isso porque, apenas 6% dos passageiros hoje em São Paulo pagam com dinheiro.


Fonte: Diário do Transporte

___________________________________________________________________________

Dúvidas ou sugestões?

Image title


O cliente pode consultar no site do consórcio os horários pelo link: www.consorciofenix.com.br/horarios. Se desejado, entre em contato conosco pelo sac@consórciofenix.com.br. Você pode também abrir um chamado de dúvida pela página www.consorciofenix.com.br/contato ou mesmo nos ligar pelo (48) 3025-6868 em horário comercial. Escolha o canal que melhor lhe convém, aguardamos seu contato!